Circe


Título: Circe (Circe) • Autor: Madeline Miller • Editora: Planeta • Tradução: Isadora Prospero • Compre: Amazon

Eu sou louco por mitologia, o primeiro livro da Madeline que li foi A Canção de Aquiles e foi amor a primeira lida. Quando descobri o lançamento de Circe fiquei duplamente ansioso pela leitura primeiro porque era um livro nova da autora e eu sem dúvidas iria ler e porque eu sempre achei Circe um ícone da mitologia grega ainda que eu soubesse bem pouco sobre ela de fato.

A escrita da Madeline é simplesmente pontual, a leitura vai fluindo e você nem percebe de tão gostosa e interessante que a história é. Uma das coisas que me chama a atenção nos livros da autora é a forma como ela dá um novo olhar a história e mesmo assim tudo continua a fazer total sentido com o material original. Esse livro me trouxe a sensação de já ter lido toda uma história quando eu ainda estava na página 70, mas não se engane achando que o livro é enfadonho, a verdade é que ele realmente conta muita história, milênios na verdade afinal Circe é uma deusa.

O livro vai contar a história de Circe desde seu nascimento até bom você vai ter que ler para saber. Foi uma montanha russa de emoções eu devo admitir Circe passa por várias e várias situações em algumas fiquei com o coração partido, em outra fiquei muito feliz, em outras fiquei horrorizado e ate boquiaberto, mas, a melhor parte mesmo é ver como com todos os seus erros e acertos Circe passa de uma criatura inocente e carente a uma bruxa poderosa e destemida. Em meio a história dela algumas outras histórias e personagens gregos vão sendo apresentados na narrativa e não vou negar eu amei isso demais.

Amei a forma como a autora expõe como os deuses são baixos, vis, mesquinhos e fazem de tudo pela manutenção de poder e controle, ainda que usando os seus próprios como exemplo. Achei muito interessante também o fato de Madeline evidenciar no livro o machismo incutido nas histórias mitológicas, mostrando a forma como as mulheres eram vistas/usadas e isso também se estendia a deusas, principalmente as menores.

Ler Circe sem a menor sombra de dúvidas foi um completo deleite para mim, eu já esperava que o livro fosse bom, mas não esperava ser completamente arrebatado pela a história e sua protagonista, o final do livro me deixou emocionado demais. Madeline se prova mais uma vez uma autora espetacular que vai me fazer ler todo e qualquer livro dela que for lançado.

Na casa do grande Hélio, divindade do Sol e o mais poderoso da raça dos titãs, nasce uma menina. Circe é uma garotinha estranha: não parece ter herdado uma fração sequer do enorme poder de seu pai, muito menos da beleza estonteante de sua mãe, a ninfa Perseis. Deslocada entre deuses e seus pares, os titãs, Circe procura companhia no mundo dos homens, onde enfim descobre possuir o poder da feitiçaria, sendo capaz de transformar seus rivais em monstros e de aterrorizar os próprios deuses.
Sentindo-se ameaçado, Zeus decide bani-la a uma ilha deserta, onde Circe aprimora suas habilidades de bruxa, domando perigosas feras e cruzando caminho com as mais famosas figuras de toda a mitologia grega: o engenhoso Dédalo e Ícaro, seu filho imprudente, a sanguinária Medeia, o terrível Minotauro e, é claro, Odisseu.
E os perigos são muitos para uma mulher condenada a viver sozinha em uma ilha isolada. Para proteger o que mais ama, Circe deverá usar toda a sua força e decidir, de uma vez por todas, se pertence ao reino dos deuses ou ao dos mortais que
ela aprendeu a amar. Personagens vívidos e extremamente cativantes, aliados a uma linguagem fascinante e um suspense de tirar o fôlego, fazem de Circe um triunfo da ficção, um épico repleto de dramas familiares, intrigas palacianas, amor e perda. Acima de tudo, é uma celebração da força indomável de uma mulher em meio a um mundo comandado pelos homens.

16 Comentários

  1. Olá tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas adorei a premissa e a proposta que ele traz. Também gostei de saber sobre a enxurrada de emoções que ele te despertou, coisa que acho fundamental num bom livro. Adorei sua resenha e estou muito curiosa para ler esse livro agora.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh que bom que a minha resenha acabou por despertar interesse pelo livro, a leitura é realmente muito boa exatamente por causa das altas emoções presentes no livro.

      Excluir
  2. Oiii Alisson

    Fico feliz em saber que esse livro funcionou pra ti, eu tentei ler mas acho que peguei em mal momento porque pra mim a leitura não fluiu. Vou tentar ler de novo mais adiante. Acho a premissa desse livro super interessante, esse lado vil e mesquinho dos deuses, me deixa curiosa pra tentar ler ele de novo.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh Ivy que pena, o fato de eu adorar mitologia ajudou bastante não vou mentir, mas, independente disso acredito que teria adorado o livro de toda forma. Espero que na próxima tentativa as coisas corram melhor.

      Excluir
  3. Oi Alisson.

    Mais uma dica sua que fico com vontade de ler. Eu já tinha visto a capa deste livro mas é tantos livros que fico desejando ler que acabo deixando alguns de lado. Dessa vez está anotada a dica na agenda porque gostei de saber que a história é uma montanha russa de emoções. Obrigada pela dica e parabéns pela resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha desculpe Kênia, mas, espero que minhas resenhas continuem a te provocar interesse nos livros haha! Espero que quando ler tu goste tanto quanto eu.

      Excluir
  4. Eu adooooro quando um livro proporciona essa montanha-russa de emoções! Acho que tudo isso faz valer a pena cada detalhe. Adorei sua resenha e, quem sabe, eu dê uma chance. Deixarei a dica anotada.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai sim é a melhor sensação mesmo!! Que bom que gostou da resenha, se chegar a dar uma chance espero que goste da leitura.

      Excluir
  5. Olá!
    Por mais que eu goste de mitologia, admito que só sei o básico que vejo em filmes, jogos e livros, por isso antes da sua resenha não sabia quem era Circe. Mesmo assim, fiquei muito curiosa por esse livro, ainda mais por se tratar de uma deusa, o que logo me deixa super ansiosa para saber sobre toda sua vida. Já anotei a dica e espero conseguir lê-la em breve.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh eu adoro mitologia, então sempre leio e vejo tudo que consigo relacionado ao gênero. Leia Circe acredito que você irá gostar bastante da leitura, Madeline sabe como cativar o leitor com sua escrita.

      Excluir
  6. Oi, tudo bem? Nunca li esse livro e nem quis ler, mas gosto relativamente de mitologia. Leria este, porque é sobre uma mulher e também seria interessante ver sua transformação. Mesmo na mitologia, as mulheres sofreram muita misoginia e seria interessante ver isso. Adorei a dica, vou procurar para ler. A capa é bem bonita, gosto muto dela.

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim concordo com você e até citei isso na minha resenha mesmo! Acho importante sempre exaltar isso!! Espero que leia e goste do livro.

      Excluir
  7. tai uma obra que quero muito ler desde o lançamento mas a verba ainda não deu kkk.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina eu te entendo, eu comprei porque tava de promo e porque estava louco para ler ele há meses!! Espero que consiga uma cópia logo para ler ;*

      Excluir
  8. Olá

    Eu fiquei bem animada na época do lançamento para ler, mas hora peguei Percy Jackson e esqueci haha e também achei que seria repetitivo. Vou finalizar o último livro do Magnus Chase e procurar esse na Amazon para leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKK Trocar um livro de mitologia por outro é até válido!! Magnus Chase é uma leitura muito gostosa adorei a trilogia, espero que goste de Circe quando realizar a leitura.

      Excluir