O Rei


Título: O Rei (Kings Rising) • Série: Captive Prince #3 • Autor: C.S. Pacat • Editora: V&R • Tradução: Edmundo Barreiros • Compre: Amazon

Os dois primeiros livros da trilogia Príncipe Cativo foram sinceramente um completo deleite para mim, eu fiquei ansioso e ao mesmo tempo triste por estar começando a leitura do último livro, não vou mentir que eu esperei tanto por essa leitura que tive até medo de começar sabe? E de alguma forma acabar frustrado com tanta expectativa da minha parte.

Mas, Pacat não decepciona e mais uma vez entrega um livro repleto de intrigas, tramas, jogos políticos e mentais, com uma ambientação medieval impecável com todos os detalhes que teve o cuidado de inserir na história. A sua escrita nesse livro continua extremamente fluida e gostosa eu fui lendo e me envolvendo com a história e nem senti.

Nesse livro é possível ter um vislumbre muito maior da personalidade verdadeira de Laurent e eu devo dizer que eu fiquei ainda mais admirado pelo personagem e em como ele conseguiu lidar com todas as dificuldades que a vida lhe impôs. Para ser um pouco sincero Damen em alguns momentos me irritou muito, em certos momentos ele era muito impulsivo e isso foi problemático, mas sem dúvidas eu amo Damen, ele é honrado, leal, um romântico, quando não queria estapeá-lo queria abraça-lo, sem dúvidas é perceptível o crescimento do personagem durante a trilogia e adorei isso.

Preciso dizer o quanto amei que Pacat não enrolou para resolver as diferenças entre Damen e Laurent, nada é mais chato do que ter que esperar o livro inteiro para essas coisas serem resolvidas e num acréscimo isso me garantiu cenas que me deixaram suspirando! Em um certo momento do livro eu cheguei a ficar desacreditado com o rumo da história, mas, claro que levei um pata na cara com a maestria de Pacat em conduzir a história, e o final senhoras e senhores, que reviravolta maravilhosa, como o destino é brincalhão haha

Foi simplesmente incrível ler a trilogia Príncipe Cativo, ainda que os livros tenham algumas problemáticas que não cheguei a citar nas outras resenhas (por descuido meu), como escravidão e estupro, e é importante ressaltar, pois, nem todo mundo consegue lidar bem com isso. Mas, para mim a história vai muito além disso, o desenvolvimento da história é de tirar o fôlego e a cada nova descoberta que fui fazendo fiquei mais ansioso para saber o que viria depois, e agora acabou e eu não sei como dizer adeus, obrigado Pacat por essa história maravilhosa!

Damianos de Akielos reapareceu. Com a identidade revelada, Damen precisa encarar seu mestre, o Príncipe Laurent, como Damianos de Akielos, o homem que Laurent jurou matar. Na iminência do aguardado acerto de contas, o futuro dos dois reinos está por um fio. Ao sul, as forças de Kastor estão se reunindo. Ao norte, os exércitos do Regente estão se mobilizando para a guerra. A única esperança de Damen reclamar seu trono é lutar ao lado de Laurent contra os usurpadores. Forçados em uma aliança improvável, os dois príncipes precisam se infiltrar no reino de Akielos, onde enfrentarão o seu inimigo mais perigoso.



0 Comentários