Especial


Título:
Especial (I'm Special: And Other Lies We Tell Ourselves) • Autor: Ryan O'Connell • Editora: Galera Record • Tradução: Adriana Fidalgo • Compre: Amazon

Depois de ver a série Especial na Netflix eu fiquei ansiando por mais, foi quando descobri que a série era inspirada nesse livro e bom, aqui estamos nós não é mesmo? Eu na verdade nem sei bem como por em palavras tudo o que li nesse livro que em alguns aspectos poderia estar falando de mim, mas vamos lá, Ryan é um cara gay que sofre de paralisia cerebral, provavelmente você esperaria um livro completamente inspiracional onde o Ryan serviria de exemplo para várias pessoas, mas senhoras e senhores não exatamente isso o que você vão encontrar nesse belo livro, com muito humor e sarcasmo Ryan nos presenteia com os momentos vividos em sua vida.

O livro traz uma grande critica a geração Millennial e é dentro dessa critica que todo o livro gira. Ryan expõe como foi crescer recebendo o dobro de atenção por pelos pais super protetores por ter paralisia, até sua vida adulta mostrando a dor e a delícia que é amadurecer. Ele abre sua intimidade mostrando as dificuldades que teve em se encaixar seja por ter paralisia, por ser gay, o peso das expectativas de ter uma grande carreira ou um grande amor e o quanto tudo isso pode acabar nos pondo no fundo do poço.

Como já afirmei mais acima o livro não tem nenhuma intenção de servir de modelo para ninguém, na verdade o Ryan mostra com suas próprias experiências que todo mundo passa por algum tipo de crise independente da dimensão dela, que todos tomamos decisões boas e ruins, vivemos todo tipo de experiências amorosas e que isso acaba por nos moldar.

Especial é sem dúvidas um livro muito divertido a leitura é muito fluida, você se vê completamente imerso e envolvido na leitura, principalmente por que é simplesmente impossível não se identificar com vários pontos da narrativa, seja como a forma como nós os millennials vivemos e reagimos a internet, seja a infância com pais super presentes, os grande amores e amizades que vivemos e mais especificamente toda a loucura que é se descobrir como pessoa gay.

Como se os desafios de ser um jovem gay com paralisia cerebral não fossem o bastante, Ryan O’Connell viveu todos os clichês de um Millennial. Ele passou a segunda década de sua vida estagiando para divas delirantes, engolindo todos os remédios que conseguia encontrar pelo caminho e tentando achar o amor verdadeiro — coff coff — no Grindr. Mas depois de tanta tentativa e erro, Ryan pode dizer, com propriedade, que mancou elegantemente todo o caminho para a vida adulta. Especial, seu (hilário) relato autobiográfico, é uma reflexão sobre o mundo cruel que espera jovens de vinte e poucos anos superprotegidos pelos pais e uma lição de como encontrar a si mesmo em meio às disputas por likes e seguidores.


20 Comentários

  1. eu vi a série mas ainda não tive chance de ler o livro, mas ele parece ser fantástico também!
    Eu ri bastante na série e achei muito legal essa representatividade mais leve do LGBT e PCD, acho que a gente sempre precisa levantar mais essas pautas.
    Adorei sua resenha e sua foto! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim!! Acho importantíssimo levantar essas pautas, porque não podemos mais deixar essas pessoas "invisíveis"! Leia o livro, tem uma pegada muito maior é melhor que a série.

      Excluir
  2. Que gracinha de capa! Já tinha a visto por aí, mas nunca parei pra ler uma resenha sobre. A série eu também não vi, e simplesmente pelo fato de que escolho sempre ler. Daí fico com pouco tempo para me dedicar a várias séries.
    Sobre o enredo do livro, acredito que deve ser muito legal acompanhar a história do protagonista, e pela sua resenha, eu já iria começar a ler sem ficar esperando que o ele tenha que ser exemplo durante a leitura. Só iria no espírito de curtir o que ele tem pra passar... Adorei a dica.
    Feliz natal e grande abraço.

    Carol, do Coisas de Mineira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A leitura é bem divertida e no fim a gente acaba se vendo demais nela, espero que consiga ler em algum momento.

      Excluir
  3. Ola, tudo bem? Eu quero demais esse livro, principalmente para assistir a série depois! Eu confesso que não imaginava o quão incrível essa leitura parece ser, a animação aqui bateu forte e já vou comprar de natal para mim!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha conseguido comprar o livro e consequentemente lê-lo!! E claro tenha gostado dele.

      Excluir
  4. Não sabia que a série era inspirada no livro, eu amo essa série e como você, quero mais episódios. Acredito que preciso ler esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série é inspirada mesma, porque achei o livro infinitamente muito mais informativo e divertido!! Precisa ler mesmo, certeza que irá gostar.

      Excluir
  5. Continuando... assim como no livro, pelo que você relata na resenha, na série o personagem traz aspectos da rotina dele, entre dores e delícias

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Estou com ele pra ler e já vi muitos comentários sobre essa coisa da vida do personagem e de ele tentar se encaixar na sociedade e ser independente. Parece um ótimo livro!

    ResponderExcluir
  7. eu adorei ler esse livro, ryan é ácido de um jeito engraçado mas também gera reflexões.

    ResponderExcluir
  8. Oi, eu também já vi a série e achei bem interessante não se uma obra com um viés inspirador de certa forma, estou com bastante vontade de ler o livro. Ótimo post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A série é muito legal, mas, o livro merece a leitura ele é bem melhor!!

      Excluir
  9. Nossa, imaginava uma historia bem diferente e amei saber que o cara não é nenhum modelo certinho. Já quero ler e saber o que rola nessa historia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, o livro tem muito para mostrar sobre a vida do personagem.

      Excluir
  10. Olá, tudo bem? Acredita que tentei ler o livro, e pra mim não deu muito certo? Reconheço toda a mensagem que quer passar, e que muitas pessoas se identificam, porém achei alguns momentos muito forçado, o que não me agradou. Quem sabe futuramente eu dê outra oportunidade, porque no momento não funcionou. E posso ver pela sua resenha que amou! Ótimas palavras!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh acontece viu? Sempre o livro bate bem para a gente, mas não acho que as ocasiões do livro possam ser forçadas, afinal, o autor ta falando da própria vida não é mesmo?

      Excluir
  11. Oiie!! Como prometido no twitter, cá estou eu, estou lendo o livro e a leitura esta numa vide muita boa,não sei o que achar do livro ainda, mas por enquanto dou 4 estrelas...Ao finalizar a leitura vou procurar a serie para comparar. Amei sua resenha e seu blog.

    bjs
    https://quemevcbrubs.blogspot.com

    ResponderExcluir