Prêmios de Literatura LGBTQs


Com o passar dos anos a literatura LGBTQ ganhou uma grande dimensão e claro que com isso surgiram premiações exclusivas para esse gênero literário. Existem várias premiações voltadas a literatura LGBTQ, mas, as duas principais e mais antigas são o Stonewall Book Award e o Lambda Literary Awards e é sobre essas premiações que vou falar um pouco para vocês!

O Stonewall Book Award é um prêmio literário que reconhece anualmente méritos excepcionais relacionados à experiência de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros em livros em inglês publicados nos EUA. A premiação foi criada em 1971 com o nome Gay Book Awards, em 1986 a premiação passou a fazer parte do American Library Association (ALA) e em 2002 passou a se chamar Stonewall Book Award. 

O prêmio possui três categorias, são elas, ficção e não-ficção em livros para adultos e livros para crianças ou adultos jovens. Os prêmios são nomeados Stonewall Book Award-Barbara Gittings Literature Award, Stonewall Book Award-Israel Fishman Non-Fiction Award e Stonewall Book Awards – Mike Morgan & Larry Romans Children's & Young Adult Literature Award, os nomes dos prêmios foram escolhidos para homenagear membros da ALA. 

Para ser elegível o livro deve ser uma obra original publicada nos EUA no ano anterior, podendo ser uma nova edição com grandes alterações ou uma tradução em inglês de um livro de idioma estrangeiro. São selecionados cinco finalistas em cada categoria dentre os inscritos e o vencedor recebe uma placa e um prêmio em dinheiro no valor de 1000 dólares. Os outros finalistas são nomeados como Honor Book (livro de honra) desde 2001.

Dentre os livros de honra temos:
Will & Will de  David Levithan e John Green 
Dois Garotos Beijando de David Levithan 
Eu Te Darei o Sol de Jandy Nelson 
O Guia do Cavalheiro para o Vício e a Virtude de Mackenzi Lee 
Like a Love Story de Adbi Nazemian 

Dentre os vencedores temos:
Aristóteles e Dante Descobrem Os Segredos do Universo de Benjamin Alire Sáenz
George de Alex Gino
O Martelo de Thor de Rick Riordan
Apenas Uma Garota de Meridith Russo
The Black Flamingo de Dean Atta

O Lambda Literary Awards é um prêmio literário que é concedido anualmente pela Lambda Literary Foundation a obras que comemoram ou exploram temas LGBTQ. A premiação foi criada em 1988 e possui 22 categorias. Para ser elegível o livro deve ser um obra publicada nos EUA no ano atual.

Além dos prêmios literários primários, a Lambda Literary Foundation também apresenta vários prêmios especiais. O Pioneer Award é entregue como um prêmio de conquista vitalícia a uma figura distinta na história da literatura LGBT; o Bridge Builder Award é entregue a uma pessoa que tenha sido um aliado e defensor importante da comunidade LGBT, independentemente da sexualidade; o Trustee Award é entregue a um escritor que fez uma contribuição considerável para uma maior conscientização e compreensão da vida das pessoas LGBT; o Jim Duggins Outstanding Mid-Career Novelists' Prize é entregue anualmente a dois escritores LGBT um homem e uma mulher,  que já possuam carreira estabelecida para homenagear seus corpos de trabalho; e o Judith Markowitz Award é entregue para homenagear jovens escritores LGBT que publicaram pelo menos um livro.

Entre os livros indicados temos:
Meninas Selvagens de Rory Power
A Poeta X de Elizabeth Acevedo
As Desventuras de Arthur Less de Andrew Sean Greer
Comportamento Altamente Ilógico de John Corey Whaley
O Marido do meu Irmão Volume 1 de Gengoroh Tagame
Simon vs. a Agenda Homo Sapiens de Becky Albertalli
Lembra Aquela Vez de Adam Silvera
Apenas Um Garoto de Bill Konigsberg
Menino de Ouro de Abigail Tarttelin
Todo Dia de David Levithan
O Mau Exemplo de Cameron Post de Emily M. Danforth
Apenas Uma Garota de Meridith Russo

Entre os livros vencedores temos:
George de Alex Gino
Dois Garotos Se Beijando de David Levithan
Aristóteles e Dante Descobrem Os Segredos do Universo de Benjamin Alire Sáenz
Garoto Encontra Garoto de David Levithan

Outras premiações literárias que se destacam são:

O Gaylactic Spectrum Awards foi criado em 1998 pela Rede Gaylactic e desde 2002 é organizada pela Gaylactic Spectrum Awards Foundation, o prêmio é concedido a obras de ficção científica, fantasia e horror que exploram os tópicos LGBTs de maneira positiva. A Madeline Miller recebeu um prêmio por A Canção de Aquiles.

O Dayne Ogilvie Prize for LGBTQ Emerging Writers é um prêmio literário canadense criado em 2007, o prêmio é concedido anualmente pelo Writers 'Trust of Canada a um escritor canadense emergente da comunidade LGBTQ.

O Blue Metropolis Violet Prize é um prêmio literário canadense criado em 2018 pelo Blue Metropolis literary festival, o prêmio é entregue a um escritor LGBTQ estabelecido para homenagear seu corpo de trabalho alternando entre a língua inglesa e francesa.

O Triangle Awards é um prêmio literário criado em 1989 pela American Association of LGBTQ people in publishing, também conhecida como The Publishing Triangle, a premiação possui 10 categorias e é entregue anualmente.

O Prêmio Mix Literário foi criado em 2019 pelo Festival Mix Brasil da Cultura da Diversidade, o prêmio é concedido a melhor contribuição em livro para a comunidade LGBTQIA+ brasileira.

13 Comentários

  1. Que bacana, não sabia das diversas premiações e nem tão pouco sabia da categoria em uma premiação brasileira, isso é importante demais!

    Abraços
    www.marcasliterarias.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oii!

    Que demais saber sobre as premiações! Confesso que como fiquei muito tempo afastada do universo literário, não estava acompanhando nada em relação a eventos e premios. gostei de conhecer mais sobre aqui e já vou passar alguns livros na frente na minha listinha hehehe

    Beijinhos,
    Ani
    www.entrechocolatesemusicas.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Eu não acompanho premiações de um modo geral, então não conhecia essas que são voltadas para a literatura LGBTQ. Como estamos em constante aprendizado gostei bastante de conhecer essas premiações e saber que essa vertente tem seu reconhecimento a algum tempo já, mesmo que para grande massa esteja sendo trabalhada e consumida mais recentemente.

    Beijos
    Leitura Terapia

    ResponderExcluir
  4. Oi Alisson, tudo bem? Esse é o primeiro ano que estou me aventurando na literatura LGBTQIA+, conhecer você e o seu trabalho tem sido fundamental para me incentivar cada vez mais nessas leituras, que são diferentes pra mim que sou hétero! Acompanho o trabalho de vários canais literários assumidamente gays ou lésbicas mas, depois que passei a acompanhar o seu trabalho foi que percebi que não conheço nada do mundo de vocês, e de tudo que vocês vivem todos os dias.
    Só tenho que te agradecer pelo brilhante trabalho.

    ResponderExcluir
  5. Eu nem sabia sobre essas premiações, acredita?
    E acho isso maravilhoso. Ainda mais por ter vários que você trouxe nessa lista que eu já li e amei <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  6. Interessantíssimo

    Amei saber da existência desses prémios. É dar voz e vez para esse genero. Representatividade. E eu to super feliz em saber disso.

    Do gênero, eu amo Aristóteles e Dante Descobrem Os Segredos do Universo de Benjamin Alire Sáenz. Li do nada pq amei a capa, e me apaixonei e saber que ele ganhou vários desses premios aqui. QUE ALEGRIA

    Beijos e Cheiros
    BLOG livreando

    ResponderExcluir
  7. Ari e Dante é realmente uma OBRA PRIMA SINCERAMENTE mereceu muito ganhar esses prêmios. Você já leu George? Também é incrível, porque é sobre uma criança trans e a visão dela, achei muito bonito e importante.

    Beijo!
    https://www.roendolivros.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Caramba, não conhecia nenhum desses prêmios e como eles são importantes e necessário para fortalecer a produção LGTQI e esse abismo que existe quando pensamos numa produção heteronormativa eurocêntrica

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Não conhecia nenhum desses prêmios, mas acho muito importante para incentivar e promover a literatura LGBTQ. Acredito que prêmios assim aproximem mais os livros do público e trazem uma visibilidade maior. Os livros citados eu só li O guia do cavalheiro para o vício e a virtude, mas tem outros que tenho vontade de ler e outros que já anotei para conhecer depois.
    Amei o post e vou passar a acompanhar esses prêmios.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olha só! Não conhecia também sobre esse prêmio e já amei! Ainda não tive a oportunidade de ler muitas obras, mas "todo dia" é a minha favorita! Já li Will & Will e gostei também. Anotei as dicas de outros que não sabia que eram LGBT+.

    ResponderExcluir
  11. confesso que ao ver como vencedores: Dois Garotos Se Beijando e Aristóteles e Dante Descobrem Os Segredos do Universo nem me surpreendo na verdade acho justissimo, são obras que já pairavam por aqui quando o o universo literário nem era tão grande.

    ResponderExcluir
  12. Nossa, adorei saber mais sobre essq premiação! Tenho que admitir que alguns livros eu conhecia, mas os demais não. Estou super curiosa para ler Meninas Selvagens

    ResponderExcluir
  13. Oi Alisson, tudo bem?
    Gente, quantos prêmios sem dúvida maravilhosos! A maioria desses livros eu não conheço, mas alguns deles já vi a sinopse e as propostas parecem ser muito interessantes! Preciso ler mais literatura LGBTQIA+ até porque eu tenho três personagens gays e uma trans no meu livro.
    Um beijo de fogo e gelo da Lady Trotsky...
    http://www.osvampirosportenhos.com.br

    ResponderExcluir