O Que Amo e o Que Me Frustra Nos Filmes da Saga Crepúsculo


Depois de reler toda a saga Crepúsculo bateu aquela vontade de rever os filmes, devo admitir que essa vontade é mais repentina do que a de reler os livros, basicamente maratonei os  filmes, isolamento social que diz? Depois de rever os filmes, principalmente depois de ter relido os livros, eu acabei por perceber coisas que amo e que me frustraram nos filmes e claro não vou perder a oportunidade de falar sobre isso. A Saga Crepúsculo é o motivo de hoje eu ser um leitor, mas, foi graças aos filmes que o interesse pela leitura surgiu, então, guardo tanto os filmes, quando os livros com muito carinho em meu coração.

Antes de começar a falar sobre o que gosto ou não gosto sobre os filmes em comparação com os livros, preciso dizer que os filmes são ótimos para quem só teve a experiencia visual e não leu os livros, e para quem leu os livros, mesmo tendo alguns incômodos eu acredito que os filmes entregam uma boa adaptação.

O que me frustra nos filmes

Edward: Um dos meus maiores incômodos dos filmes é a forma como retrataram Edward, os filmes não chegam nem perto de retratar a majestosidade que é o Edward dos livros. Os filmes passam a imagem de que ele é possessivo, psicótico e invasivo e bom quem leu os livros sabe que ele não é nada disso, ele é sim super protetor ao extremo, atencioso e a cima de tudo respeita as decisões de Bella ainda que ele não concorde com elas. É inegável que a essência dele está sim nos filmes, os filmes Amanhecer I e II são os que tem o Edward mais parecido com o dos livros.

Jacob: Eu nunca fui #TeamJacob, mas, sempre achei ele um personagem incrível nos filmes, mas, quando eu conheci o Jacob dos livro puts, que decepção! Jacob é egoísta, impulsivo e muito abusivo, e esse é um dos meus maiores incômodos nos filmes, porque tornaram Jacob num personagem carismático e gente boa sendo que ele não é nada disso, ler Lua Nova não é um fardo por Bella estar depressiva, Lua Nova é um fardo pelo excesso de Jacob. Ahh mas, se o personagem melhorou porque está nos contras? Ele está nos contras porque quem vai ler os livros motivado pelos filmes e amou o Jacob vai se decepcionar, assim como eu me decepcionei. 

Conflitos: Alguns conflitos que estão presentes nos filmes e não fazem parte dos livros me incomodaram, porque mesmo se a cena fosse apresentada sem o conflito ela teria impacto o bastante, como exemplo a luta quando Edward, Bella e Alice estão em frente aos Volturi, no livro tudo é resolvido numa conversa repleta de imposições e ameças, e pra mim isso surte muito mais efeito que uma luta, outra luta desnecessária é a que rola entre os lobos e os Cullen antes de Jacob anunciar que tinha sofrido Imprinting e nos livros ela nem existe. Sinceramente as vezes menos é mais, não sei porque essa mania de querer enfiar lutas que são desnecessárias nos filmes.

Furos Amanhecer Parte II: Houveram dois furos que me irritaram demais no último filme da saga, furos idiotas, tendo em vista que tanto o livro, quanto o próprio filme já tinha citado isso. Jacob virando lobo para anunciar que tinha sofrido imprinting foi o primeiro furo, tanto no filme quanto no livro é citado que ao deixar a alcateia eles não podem mais se comunicar, sendo assim não faz sentido a metamorfose de Jacob já que eles não podiam mais conversar mentalmente, no livro tudo é resolvido com uma simples conversa, mas, como disse no tópico a cima adoram adicionar cenas que são desnecessárias apenas para "dar emoção". O outro furo que me irrita muito é Alice tendo uma visão do futuro de Renesmee e Jacob, quando no próprio filme é citado que Alice não consegue ver nem o futuro de Jacob (Lua Nova) e nem de Renesmee.

Batalha Final: Olha não vou negar que foi uma jogada INCRÍVEL o que fizeram com o final do grande confronto, mas, duas coisas me incomodaram bastante. O lugar em que o tudo ocorre, o confronto acontece na mesma campina que os Cullen jogaram baseball em Crepúsculo e bom, todo mundo sabe que ela não é daquele tamanho, sinceramente beirou ao ridículo a quantidade de espaço em comparação com a quantidade de gente presente em cena. A segunda coisa é que ao deixar a resolução da batalha final com a visão de Alice, retiraram todo o protagonismo de Bella, pois, no livro o confronto não acontece de fato por causa do poder do escudo dela, e mesmo amando o final do filme, não tive como não ficar decepcionado.

O que amo nos filmes

Cenas Adaptadas: O livro é sem dúvidas rico em detalhes, mas, tiveram cenas que sem dúvidas a adaptação conseguiu até ser melhor que o livro. A passagem de tempo enquanto Bella está completamente depressiva em Lua Nova, ainda que triste foi muito bem idealizada e posta em tela, principalmente tendo em vista que no livro são simples quatro páginas com o nome dos meses "perdidos". A cena do casamento também é simplesmente estonteante, tão bonita quanto a descrita no livro e eu amei isso demais, caiu até um cisco no olho quando Bella começou a andar pro altar e começou a tocar a música!!

Outros POVs: É sabido que Bella narra a história, o que amo nos filmes é que foram acrescentados outros pontos de vista e isso deixou o filme mais dinâmico, um bom exemplo disso foi o acréscimo do ponto de vista de Riley em Eclipse, achei essa mudança muito interessante, porque no fim ficaria bem difícil entender o que estaria motivando as mortes em Seattle só com o POV de Bella, tendo em vista que o filme tem menos riqueza de detalhes que o livro.

Elenco: Se vocês pararem para olhar vão perceber que Crepúsculo tem um elenco repleto de atores talentosos e cotados atualmente, mas, não é nesse ponto do elenco que quero tocar, meu ponto são as escalações que se encaixaram perfeitamente com os personagens. Transpassando o óbvio que são Kristen e Robert, Ashley Greene me entregou uma Alice tão perfeita que chego a ter um calorzinho no peito quando lembro dela. Billy Burke é um ator incrível, a interpretação dele para Charlie é impecável ele é exatamente como o Charlie do livro. Anna Kendrick é incrível, até no papel da insuportável e invejosa da Jessica ela conseguiu brilhar e mostrar que consegue entrar em qualquer personagem. E por fim Michael Sheen, ele interpretou Aro exatamente do jeito que eu o imaginei entediado e ao mesmo tempo muito caricato, eu simplesmente amei!!

Cortes: Nem tudo o que não entrou no filme me deixou chateado, algumas coisas me deixaram bem feliz de não terem entrado para o filme. Foi de uma sensatez enorme não trabalharem a fundo no filme a relação de Imprinting de Jacob e Renesmee, ela é uma criança extraordinária okay, mas, não deixa de ser estranho o quão possessiva ela é em relação a Jacob.

Trilha Sonora (Bônus): Não da para correlacionar a trilha sonora do filme com o livro né? Mesmo com as duas músicas que são supracitadas nos livros estando na trilha sonora de filme. Mas, é inegável a que trilha sonora é uma das melhores coisas dos filmes, vou deixar aqui em baixo uma playlist com as minhas músicas favoritas das trilhas sonoras de todos os cinco filmes.

8 Comentários

  1. Eu simplesmente amo essa história, foi minha porta de volta para o mundo da leitura, adorei saber suas considerações e perspectivas sobre o filme me levaram a refletir um pouco, beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Eu acho que só vi alguns dos filmes, mas faz muito tempo; os livros não li ainda, mas quero muito. Adorei essa postagem, haha.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem. Para ser honesta, poucas coisas me animaram na saga, achei bem fraca, mas curti assisti a adaptação por entretenimento, entretanto, tem aspectos curiosos para serem explorados, porém ainda ficam na margem da superficialidade.

    ResponderExcluir
  4. Opa, tudo bem por aí?

    Eu gosto bastante da série Crepúsculo. Eu li todos os livros, exceto Amanhecer, e não lembro o porquê de eu ter abandonado a leitura do último volume na época. Sobre os filmes, eu os amo. Eu concordo com alguns pontos que você relatou que te frustram nas adaptações. Inclusive, recentemente eu reassisti a todos eles e estou planejando reler também e, finalmente, ler Amanhecer. Adorei o post!

    Abraços!
    www.acampamentodaleitura.com

    ResponderExcluir
  5. eu sou viciada em crepusculo, revi os filmes todos esses dias e ja quero rever dnv kkk, amo os livros e tenho ate receio de reler vai que da merda né? kkk concordo com seus pontos e confesso que nao lembrava dessas diferenças de filme e livro.

    ResponderExcluir
  6. Oi, tudo bem?
    Eu também acabei maratonando os filmes nessa quarentena. O que o isolamento social não faz, né? Confesso que tem anos que li os livros e já esqueci todos os detalhes, então, não lembro nada sobre as mudanças. Porém, lembro que na época eu não me importei muito e gostava mais dos filmes do que dos livros pelo fato de não ter que aguentar os pensamentos da Bella e porque o Jacob é menos irritante nos filmes. Porém, lendo o seu post tenho que concordar que quem assistiu os filmes antes provavelmente vai se frustrar com o Jacob nos livros. O final de Amanhecer é a maior trolagem da história do cinema, mas confesso que me diverti muito. A Alice e Aro, para mim, são os melhores personagens da franquia inteira (livros e filmes) e as atuações dos dois atores foram incríveis. Amo a trilha sonora também, eles arrasaram nas escolhas das músicas.
    Amei seu post e ver suas considerações sobre os filmes. Tento lido os livros recentemente, você conseguiu fazer uma análise bem fundamentada sobre os filmes e comparar com os livros. Adorei!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Eu conheci a história através dos filmes, na época que os vi eu amei demais e corri para ler os livros. O primeiro eu amei, o segundo eu achei tão chato que não consegui terminar a leitura. Mas quero dar outra chance porque sei que vou gostar. Adorei ver a sua postagem, você ressaltou pontos bem interessantes nas duas artes e gostei de ver quais de frustram e quais você gosta.

    ResponderExcluir