Leah Fora de Sintonia


Título: Leah Fora de Sintonia (Leah on the Offbeat) • Série: Simonverse Series #3  • Autor: Becky Albertalli • Editora: Intrínseca • Tradução: Ana Rodrigues • Compre: Amazon

Becky sempre vai ter o meu amor e claramente meu tempo, todo e qualquer livro que essa mulher lançar eu sem dúvidas vou ler, porque ela consegue em sua escrita ser tão real e crua e ao mesmo tempo delicada e cuidadosa com o que ela está transmitindo em suas história, é basicamente impossível você não se identificar minimamente com alguma das situações que seus personagens passam. E é claro como podemos ver esse aspecto da escrita dela nesse livro da Leah.

Eu tenho que GRITAR que adorei o fanservice que a Becky fez no livro, porque eu sou apaixonadíssimo pelo Simon e não tenho como negar a felicidade de estar novamente perto dele, mesmo que só um pouco, já esquentou um pouco meu coração que se sentiu órfão ao finalizar a leitura do livro de Simon.

Becky transforma todo um clichê de drama adolescente numa história envolvente e engraçada, é um momento importante para os personagens o fim do ensino médio e a entrada na universidade, as separações tanto de amizades quanto amorosas, a sensação de não ser bom o bastante, ou de ser injustiçado pela vida entre muitos outros e tudo é feito com muita maestria e capricho.

É inegável que eu quis dar uns dois sacolejos na Leah para ver se ela acordava pra vida, porque ela era muito ranzinza e chata, até mesmo em momentos em que não eram necessários ser, mas, sinceramente eu não consegui deixar de ser empático a ela, e entender que toda a situação em que ela estava rodeada a fazia ser como era. A coisa mais gostosinha na história da Leah é o relacionamento dela com a mãe, que lida muito bem com o fato da filha ser bissexual, e em certas partes lembrou um pouco do meu com minha mãe, pois, eu também conto tudo para ela, assim como ela também gosta de dar os mesmo pitacos e opiniões assim como a mãe de Leah.

Mais um livro da Becky para a lista dos lidos que me promoveram uma ótima leitura e entretenimento, confirmando o meu amor pelas histórias ficcionais, mas completamente reais que ela escreve.

Leah odeia demonstrações públicas de afeto. Odeia clichês adolescentes. Odeia quem odeia Harry Potter. Odeia o novo namorado da mãe. Odeia pessoas fofas e felizes. Ela odeia muitas coisas e não tem o menor problema em expor suas opiniões. Mas, ultimamente, ela tem se sentido estranha, como se algo em sua vida estivesse fora de sintonia. No último ano do colégio, em poucas semanas vai ter que se despedir dos amigos, da mãe, da banda em que toca bateria, de tudo que conhece. E, para completar, seus amigos não fazem ideia de que ela pode estar apaixonada por alguém que até então odiava, uma garota que não sai de sua cabeça.


10 Comentários

  1. Acho maravilhoso quando a gente quer dar uma sacudida nos personagens. Isso só mostra o quanto estamos envolvidos na trama e em todo contexto envolvido. Ainda não tive oportunidade de ler essa obra, mas gostei da sua resenha. A gente sempre acaba criando empatia e entendendo tudo o que acontece, né? Fico feliz que a obra tenha te proporcionado isso.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiim!! E o melhor é que me sinto assim em todo livro da Becky que eu leio haha

      Excluir
  2. Oi Alisson!
    Não conhecia esse livro ainda, gostei bastante do enredo por se tratar de drama na adolescência as vezes precisamos sair um pouco do gênero que estamos acostumadas. Obrigado pela dica, parabéns pela resenha estou curiosa para saber mais a história. Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Ali
    Primeiro de tudo: amo demais esse seu novo estilo de resenha, continua assim por favor!

    Segundo: Me mata pois eu ainda não li nem Simon! Mas quero demais ler o da Leah, apesar de ter achado uma personagem normalzinha no filme eu to curiosa para conhece-la no livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh amiga eu também, ficou muito melhor de me expressar! Ai amiga leia, você não vai se arrepender.

      Excluir
  4. Gosto demais quando autores(as) se esmeram e conseguem fazer do clichê algo inusitado e surpreender. Amei a sua resenha e sua paixão pela autora que eu não conhecia e pretendo ler algo dela motivada por sua resenha.

    Bjo
    Tânia Buenbo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado!! Espero que a leitura seja divertida e proveitosa!!

      Excluir
  5. Olá, tudo bom?
    Adoro quando os autores pegam um tema clichê e transformam em algo totalmente novo e que nos envolve! Se trouxer de volta nossos personagens favoritos, melhor ainda ne? Rs Espero poder conferir algo dessa autora em breve ❤
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim eu também adoro, a verdade é que amo um clichê bem construído! Espero que goste da leitura quando a fizer!

      Excluir